.

Steven Seagal

Steven Seagal nasceu em Detroit, Michigan, em 10 de abril de 1952, um dos quatro filhos de um professor aposentado e uma enfermeira. Ainda pequeno se mudou com sua mãe para o Brooklin, Nova York, onde cresceu. Alguns de seus filmes - se passam nesse bairro novaiorquino.
Aos 7 anos de idade se interessou por artes marciais, tendo treinado Karatê até atingir a faixa preta com o conhecido Mestre Fumio Demura. Amante do Futebol Americano e do Beisebol, assistiu num intervalo de uma das partidas à uma demonstração de Aikidô. Ficou fascinado com o velhinho que conseguia sobrepujar até oito oponentes bem mais jovens e fortes. Era quase Mágico. Dominado por um impulso irresistível, começou a treinar essa arte com o Sensei George lshikawa no Orange County Aikikai, na Califórnia, onde estudava, vindo a receber a sua faixa preta das mãos do Mestre Koichi Tohei. Este Mestre é um profundo conhecedor da técnica e da filosofia do Aikidô e aluno direto do fundador, O Sensei Morihei Ueshiba, de quem recebeu o 9º Dan.
Em 1970, antes de completar 18 anos, resolveu se mudar para o Japão a fim de aprimorar o seu Aikidô. Viveu e estudou no País do Sol Nascente por 15 anos, com alguns dos melhores professores da Aikikai, como o Mestre Seiseki Abe. Este venerável Mestre foi aluno direto do fundador e seu professor de caligrafia, do qual recebeu o 10° Dan verbalmente, logo antes da morte de O´Sensei.Em 1973, Steven Seagal abriu o seu próprio Dojô, em Osaka, chamado Tenshin Bugeí Gakuen (Instituto Cultural de Artes Marciais Divina Vontade). Isso criou uma comoção geral, pois se tratava de um Gaijin (termo que se utiliza para designar não-japoneses ou estrangeiros em geral) ensinando arte marcial japonesa aos japoneses. Desafiantes chegavam continuamente ao seu Dojô, tentando submetê-lo. Steven Seagal nunca perdeu uma luta, pois isso significaria abandonar o ensino das artes marciais. Essa situação o ajudou a desenvolver o estilo marcial que hoje vemos em seus filmes: forte, enérgico, poderoso e eficiente.
Nesse período casou-se com Myiako Fujitani, tendo dois filhos: Kentaro e Ayako. Foi também procurado por um jovem de 16 anos que se sentiu atraído por essa forma eficiente de arte marcial. Tratava-se de Haruo Matsuoka, hoje seu principal aluno e o responsável pelo Dojô da Califórnia.
Em 1985, separado de Myiako, Steven Seagal resolveu voltar aos Estados Unidos para realizar um velho sonho: ensinar o Aikidô e a cultura japonesa aos norte americanos. No final desse ano conheceu a atriz Kelly LeBrock ("A Dama de Vermelho" e "Mulher Nota 1000"), se casando com ela em 1987 e tendo três filhos: Annaliza, Arissa e Dominic.1986 foi um ano vital para o futuro astro de cinema, pois deu uma demonstração de Aikidô para produtores do estúdio Warner Bros. Esse contato inicial acabou resultando em "Nico - Acima da Lei" (Above the Law), em 1988. Este filme foi escrito, produzido e estrelado por Seagal, tendo-se tornado um sucesso de bilheteria e um cult entre os aficcionados pelas artes marciais. Após esse estrondoso sucesso a sua carreira decolou, atingindo o estrelato com "Força em Alerta'' (Under Siege).

Atualmente, Steven Seagal ainda ensina Aikidô em sua academia na Califórnia, entre uma filmagem e outra. Recebeu recentemente o 7º Dan na arte, diretamente das mãos do Doshu Kisshomaru Ueshiba. Vive com Arissa Wolf, com quem tem uma filha, Savannah. Se engajou na causa pela Paz Mundial, trabalhando junto ao Dalai Lama, líder religioso do Tibet.
Além de 7º Dan em Aikidô, Steven Seagal também é faixa preta em Judô, Karatê, Kendô e Iai-Dô (Arte de Sacar a Espada), sendo o mais completo artista marcial a aparecer em filmes. Em seu último filme, "Ameaça Subterrânea" (Fire Down Below), além de ator e produtor, ele também escreveu a música tema. Bruce Willys estava com o roteiro de "Duro de Matar III" (Die Hard 111) quase pronto quando teve que mudar totalmente o projeto. O filme se passaria em um transatlântico tomado por terroristas em alto-mar. O problema foi o lançamento de "Força em Alerta" (Under Siege), com Steven Seagal realizando proeza muito semelhante ao projeto de Willys.
Apesar da violência que aparece em seus filmes, Steven Seagal é um homem de paz, tendo sido ordenado Sacerdote Shintoista durante sua permanência no Japão.
As técnicas com armas de fogo que aparecem em seus filmes são extremamente realistas. Peritos em tiro, consultados, afirmaram que a sua posição de tiro e manipulação de armas segue rigorosamente as técnicas empregadas por policiais e tropas de elite. A sua perícia em artes marciais e armas de fogo o fizeram trabalhar como segurança de VIPs (Very Important People - Pessoas Muito Importantes), antes do cinema Presidentes, celebridades e políticos, como o Bispo da África do Sul Desmond Tutu, foram protegidas por Seagal em diversas ocasiões.
Sua estréia como Diretor em "Em Terreno Selvagem" (On Deadly Ground) rendeu-lhe grandes elogios do veterano Michael Caine (O Homem Que Queria Ser Rei), que interpretou o vilão da história. Muito se falou sobre Steven Seagel ter sido agente da CIA enquanto viveu no Japão. Ele nega, afirmando que nunca foi agente, mas apenas um "consultor"...

Steven Seagal e o Aikidô

Inegavelmente a maior paixão de Steven Seagal é o Aikidô. Formado por alguns dos melhores Mestres do mundo, ele foi um dos poucos ocidentais a se aprofundarem na filosofia Shintoista que marcou o desenvolvimento dessa arte marcial. Sua busca por uma técnica mais aprimorada nunca termina,treinando exaustivamente mesmo as técnicas mais simples e básicas.

Nem toda arte marcial apresentada em seus filmes é puro Aikidô, existindo também elementos de outras artes. Mas é inegável que a arte de Morihei Ueshiba é o centro de tudo o que ocorre. Algumas das cenas mais fantásticas são demonstrações de Aikidô, como a da mercearia em "Fúria Mortal", na qual ele desarma um jovem delinqüente estando ajoelhado. Todas as técnicas utilizadas por ele contra facas, bastões e armas de fogo são ensinadas no Aikidô.

Steven Seagal e o Cinema

Além das técnicas de artes marciais que podemos ver nas telas, Seagal também passa uma mensagem maior, de princípios morais. Em seus filmes, duramente taxados de "violentos", existe sempre o respeito pelos pais e pessoas mais velhas; o carinho com os filhos e a esposa; o combate às drogas e à corrupção; a procura por um redirecionamento de delinqüentes juvenis; a preocupação com a ecologia e minorias como os esquimós do Alasca. Nenhum golpe é desferido sem necessidade. Os alvos de sua arte marcial são sempre terroristas, seqüestradores, traficantes, corruptos ou exploradores de prostitutas. Sempre que possível ele procura mostrar o lado humano da violência. Seus papéis se alternam como policiais que, ao contrário do que ocorre normalmente em filmes de ação, tem esposas e filhos e freqüentam uma congregação religiosa. Não se vê também o fator vingança como motivo central para suas cenas de luta. A importância básica de seu trabalho não é apenas o de divulgar as artes marciais, em particular o Aikidô. É mostrar às pessoas que o artista marcial só luta quando necessário, para salvaguardar inocentes ou para auto-defesa.